domingo, 12 de janeiro de 2020

Quem é Albert Leduc?


O Dr. Albert Leduc, belga, doutor em Linfologia, Drenagem Linfática Manual e reabilitação de Câncer de mama, é o presidente fundador do método, que leva seu nome, DRENAGEM LINFÁTICA LEDUC METHOD, além de presidente de honra da Sociedade Europeia de Linfologia. O Prof. Dr. Olivier Leduc é professor da Universidade Livre de Bruxelas.

Albert Leduc foi aluno dos Vodders na Belgica. Para Leduc, o assunto parecia coerente, mas sem muita base cientifica. Isso lhe motivou a pesquisar mais a respeito do sistema linfático. Suas pesquisas o levaram a conclusão de que o sistema linfático era composto por órgãos e tecidos linfoides. Com um estudo mais aprofundado, passou a desenvolver seu próprio método de drenagem linfática manual. Em resumo, o método de drenagem de Leduc segue alguns princípios do método de Vodder. Contudo, levando em consideração a movimentação do sistema linfático, Leduc não inicia sua massagem pelo pescoço, pois ao criar a técnica acreditava que tal pratica não surtiria tanto efeito para edemas e outros problemas que estivessem em regiões mais distantes.

Sua técnica consiste em estimular o sistema linfático através de movimentos circulares. As bases lógicas desta técnica são a absorção e captação de substancias “perdidas” nos tecidos intersticiais provenientes de edemas, alguns tipos de celulites e líquidos em excesso, encaminhando-os para o sistema linfático, circulatório e assim acelerando o processo de eliminação. Utilizando menos combinações de movimentos, a técnica foca mais nos problemas apresentados no corpo do paciente.  Utiliza também bandagens e peças compressivas após a massagem.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Quem foi Emil Vodder?


Por volta de 1930, os doutores dinamarqueses Emil Vodder e Estrid Vodder, trabalhavam na Riviera Francesa tratando de pacientes com sinusites e outros sintomas semelhantes. O casal notou que os pacientes tinham como característica comum os linfonodos estavam inchados. Devido ao pouco conhecimento a respeito do sistema linfático que tinham na época. O casal passou a pesquisar o sistema linfático para entender o que causava inchaço nos linfonodos. Enfim, em 1932 depois de estudar por diversas vezes o sistema linfático, percebeu que poderia estimular a movimentação das linfas através de movimentos manuais.

Em 1936, o seu método passou a ser conhecido como um tipo de técnica manual de estimulação do sistema linfático em Paris, tratando não somente alguns sintomas da sinusite, mas diminuindo principalmente edemas. Após a segunda guerra mundial, em Copenhague, o casal Vodder passou a se empenhar a ensinar e multiplicar o conhecimento das técnicas desenvolvidas nos três anos de aperfeiçoamento da técnica. A DLM foi a primeira “ferramenta” reconhecida para tratamento de edemas linfáticos. 27 anos depois do trabalho do casal Vodder, o médico Dr. Johannes Asdonk comprovaria cientificamente os benefícios do método de Vodder.

Seu método consistia em, através de movimentos, encaminhar os dutos linfáticos para os linfonodos. Estimular os linfonodos através de pressão leve e encaminhar a linfa para o sistema sanguíneo. Para isso, a massagem era iniciada no pescoço e gradativamente buscava outras áreas do corpo. Ele dizia que era impossível eliminar as impurezas contidas no sistema linfático sem antes limpar o canal de saída.

Em 1963 o trabalho do Dr. Vodder despertou a atenção de dois médicos o Dr. Joannes Asdonk e Dr. Michael Foldi. A partir daí os Drs. Mislin, Kuhnke, Gregl, Collard, Schoberth e outros contribuíram para a comprovação científica do método, cada qual com um trabalho diferente ou complementar

A Prof. Waldtraud Ritter Winter, foi quem difundiu a Drenagem Linfática Manual no Brasil. Waldtraud foi aluna do dr. Wodder em 1969 e 1973, na Alemanha. No Brasil foi a primeira profissional a trabalhar com a DLM. Ministrou seu primeiro curso em 1979, em Belo Horizonte. Também é responsável pela Drenagem Linfática Pós Cirúrgica no país. A primeira pessoa a ser tratada no Brasil em pós cirúrgico foi pelas mãos dela. É também autora da primeira literatura em português sobre a DLM (1985).

O primeiro grupo de profissionais a interessar-se pela drenagem linfática de Vodder não foi o dos fisioterapeutas, nem o dos médicos. As palestras de Vodder chamaram a atenção das esteticistas que viram no método um meio para potencializar seus tratamentos estéticos. Provavelmente porque as esteticistas tinham menos preconceitos e mais intuição.
O maior mérito deste feito cabe ao Prof. Dr. Johannes Asdonk. Ele não somente comprovou estatisticamente os resultados da drenagem linfática, mas também explicou cientificamente o porquê dos resultados. Ele conseguiu unir a prática de Dr. Vodder e seus discípulos com a ciência dos pesquisadores.

Em 1966 foi fundada a “Gesellschaft für manuelle Lymphdrainage nach Dr. Vodder” (Sociedade para drenagem linfática manual pelo método Vodder), que passou a chamar-se “Deutsche Gesellschaft für Lymphologie” (Sociedade Alemã de Linfologia) a partir de 1976.
quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Janeiro branco 2020: Cuidar da sua saúde mental


O mundo pede, o mundo precisa e todo mundo que compõe a humanidade tem direito à Saúde Mental. Direito à Saúde Mental e a informações sobre Saúde Mental. Somente as corretas informações sobre tudo o que pode produzir Saúde e Saúde Mental nas vidas dos indivíduos é que conseguirão ajudar as pessoas a terem vidas mais harmônicas, mais felizes, mais saudáveis, com mais sentido e com mais propósitos que façam bem a todos.
quarta-feira, 25 de dezembro de 2019

Livro 01: O beijo traiçoeiro


Titulo: O beijo traiçoeiro - Erin Beaty
Páginas: 440


Sinopse: Com sua língua afiada e seu temperamento rebelde, Sage Fowler está longe de ser considerada uma dama — e não dá a mínima para isso. Depois de ser julgada inapta para o casamento, Sage acaba se tornando aprendiz de casamenteira e logo recebe uma tarefa importante: acompanhar a comitiva de jovens damas da nobreza a caminho do Concordium, um evento na capital do reino, onde uniões entre grandes famílias são firmadas. Para formar bons pares, Sage anota em um livro tudo o que consegue descobrir sobre as garotas e seus pretendentes — inclusive os oficiais de alta patente encarregados de proteger o grupo durante essa longa jornada. Conforme a escolta militar percebe uma conspiração se formando, Sage é recrutada por um belo soldado para conseguir informações. Quanto mais descobre em sua espionagem, mais ela se envolve numa teia de disfarces, intrigas e identidades secretas. E, com o destino do reino em jogo, a última coisa que esperava era viver um romance de tirar o fôlego.

terça-feira, 26 de novembro de 2019

A beleza não põe mesa : Tudo que te encanta é a beleza externa?


É de extrema dificuldade, mas de fácil entendimento que a beleza apesar de ser autoestimada hoje em dia, não traz em si quem somos. Trabalhamos com estética, e temos como foco a melhora do corpo, do físico e com isso a melhora automática da autoestima e do psicológico. Isso não se discute, a estética tem um fator muito importante hoje na sociedade, onde a beleza vem em primeiro lugar em qualquer situação, com a viralização das redes sociais, está sempre na moda, maquiada, bem vestida e com o corpo em dia traz em si e em quem assiste a capacidade de querer sempre estar melhor que o outro, virando um ciclo sem fim.

Atualizações do Instagram

SnapWidget · Free Widget